Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Terça-Feira, 10 de Dezembro de 2019
0
Publicado em 29/07/19, às 09:01

Arrumando a casa

Uma má notícia para os motoristas de Volta Redonda: em abril, daqui a exatos nove meses, Maurício Batista, secretário de Transporte e Mobilidade Urbana do governo Samuca, vai deixar o cargo. Motivo: tem tudo para ser um dos candidatos do Palácio 17 de Julho ao cargo de vereador da cidade do aço nas eleições de 2020. “Só sai em abril para se candidatar”, disparou o prefeito Samuca Silva ao negar, na manhã de quarta, 25, o boato de que o homem-bomba, como o ex-vereador era conhecido, estaria prestes a deixar a pasta, uma das mais importantes da sua administração.

 

Samuca tem toda razão. Recente levantamento feito pela própria prefeitura comprova que a secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana criou mais de 300 vagas de estacionamento desde o início de 2017. Fato que não acontecia desde que o trânsito esteve nas mãos de Paulo Barenco (governo Neto) e Wellington Silva (governo Samuca). “Eu sou do meio”, justifica Maurício, que era motorista de táxi até entrar para a política.

 

Ele tem razão. Sob seu comando, a secretaria de Transporte promoveu várias intervenções nos principais centros comerciais da cidade, e até em bairros residenciais. A Vila, coração de Volta Redonda, foi o mais beneficiado devido ao grande fluxo de veículos, principalmente de moradores de fora que procuram atendimento médico. Ao todo foram 140 novas vagas, sendo 80 só na Rua 33; outras 30 na Rua 31; e mais 30 na Rua 27. “Essas novas vagas foram importantes para a mobilidade urbana no município e só trouxeram benefícios para a população. Além disso, aperfeiçoamos os estacionamentos existentes para criar novas vagas”, explicou Maurício Batista.

 

Maurício lembra também das vagas que, no início do ano, a prefeitura criou ao assumir a gestão do trecho municipalizado da BR393 – da rotatória do Jardim Amália I aos limites de Volta Redonda com Barra Mansa, na altura do bairro Santa Inês. “Só nesse percurso criamos cerca de 110 novas vagas de estacionamento”, destacou, lamentando apenas não ter tido sucesso ao mudar o tráfego de veículos no Jardim Amália, que era elogiado pela maioria dos moradores. Até o ex-prefeito Neto chegou a lhe dar os parabéns pelas mudanças impostas. Sem querer entrar no mérito da questão, Mauricio resume tudo em uma frase: “Tudo pode voltar a ser como antes”.    

 

Além das mudanças no Jardim Amália – a mão inglesa, implantada na ligação do bairro à Avenida Amaral Peixoto, não sofreu interferências políticas –, Maurício Batista destaca a criação de novas vagas de estacionamento no Jardim Belvedere. “Cerca de 40 vagas foram criadas. Fizemos uma otimização do estacionamento, mudando de lado para não perder vagas para saída de garagens. Além disso, proporcionamos mais conforto para os moradores”, pontuou. 

 

É por essas e outras que Maurício Batista é reconhecido como um dos melhores secretários do governo Samuca. “A pasta, por mexer com o trânsito por toda a cidade, impacta o dia a dia da população”, justifica o ex-vereador, que só não faz parte da atual legislatura por problemas de legenda – foi muito bem votado (2.158 pelo PCdoB), mas seu partido não conseguiu o número de votos necessário para eleger um vereador.

Apreensão

Na sexta, 19, a Guarda Municipal, que atua como um braço de apoio à secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana, recolheu um dos ônibus da Sul Fluminense, usado em linha intermunicipal. É que o veículo se envolveu em um acidente de trânsito e estava com a documentação irregular. Coube ao prefeito Samuca Silva falar da competência da Guarda em retirar o ônibus, que não era da linha municipal. “Pelo Decreto 15.150, a Guarda ganhou mais responsabilidades na fiscalização direta e ações nas ruas do município, visando uma maior proteção e segurança do trânsito. A Guarda age preventivamente para resguardar vidas e reduzir os acidentes”, enfatizou.

 

O comandante da GM, Dalessandro Assis, também comentou a apreensão: “O veículo da empresa se envolveu em um acidente sem vítimas e estava com o licenciamento atrasado, o lacre rompido. Qualquer veículo nessas condições fere o Código de Transito e está sujeito a remoção para o depósito municipal  com a retirada de circulação, onde ficou acautelado. Depois de sanadas as irregularidades, será liberado”, explicou. 

 

Veja a seguir as ações desenvolvidas por Maurício Batista à frente da SMTU

1 – Mão inglesa no Jardim Amália

2 – Mão inglesa de acesso ao Hospital das Clínicas de Volta Redonda (antigo Vita)

3 – Mudança no trânsito do bairro Niterói

4 – Mudança no trânsito na Rodovia dos Metalúrgicos

5 – Volta do sinal no cruzamento da Rua Tuiuti com a Capitão Benedito Lopes Bragança, na São Geraldo

6 – Mudança do estacionamento nas Ruas 31 e 33

7 – Criação de vagas de estacionamento no trecho municipalizado da BR 393

8 – Propor a intervenção nas 31 linhas operadas pela Sul Fluminense e a substituição imediata da viação por outras empresas nas linhas mais problemáticas e com maior número de reclamações dos passageiros. Como o caso foi judicia-lizado, a proposta ainda não foi sacramentada.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.