Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Segunda-Feira, 16 de Setembro de 2019
0
Publicado em 28/08/19, às 10:49

Agradou a quase todos

 

Parece exagero, e deve ser. Mas a verdade é que a ‘Corrida Maluca’, da Coordenadoria da Juventude de Volta Redonda, realizada no domingo, 18, no Laranjal, atraiu mais gente, incluindo várias famílias, na sua terceira edição do que a Rua de Lazer, que a secretaria de Esporte e Lazer da cidade do aço teima em promover, sem sucesso, na Radial Leste, no Aero. A corrida de carrinhos de rolimã reuniu, só para que o leitor tenha ideia, cerca de 130 competidores, de todas as idades, mais que o dobro do número de inscritos em 2018.

Na categoria velocidade quem ficou com o 1º lugar foi Sebastião Cândido, seguido por Fábio Fernandes e Vinícius Neves, em 2º e 3º lugar respectivamente. Já na categoria ‘velocidade livre’, o campeão foi Luciano Guedes, sendo que Pedro Henrique Melo ficou em segundo, seguido por Marlon Costa, em 3º lugar.

Os vencedores da categoria criatividade foram Vinícius Miranda e Romildo Polite, que construíram um carrinho inspirado nos Flintstones. Eles contaram que participaram pela segunda vez da corrida e se prepararam para ganhar. “Claro que esse é um momento de diversão, mas esse ano nós viemos na expectativa de ganhar. A cultura do carrinho de rolimã vem desde criança e ficamos gratos ao prefeito por realizar esse evento”, lembrou Romildo.

Criatividade, aliás, não faltou aos competidores. O engraçado é que a maioria decidiu agradar ao governo Samuca Silva, tendo desenvolvido seus carrinhos de rolimã baseados, entre outros, no ônibus elétrico, na Cohab-VR, em um veículo da Saúde. Até uma réplica do ‘Samucão’ apareceu na pista de descida do morro do Laranjal, arrancando aplausos e risos dos torcedores.

O coordenador da Juventude, Luciano Campos, destacou a presença de tantos competidores. “Nós tivemos o dobro de inscritos nessa edição. Muitos carros na categoria criatividade, além de competidores de outros estados. Isso mostra que as pessoas ficam na maior expectativa”, pontuou, prometendo ao aQui que no próximo evento, em 2020, vai tentar não usar o nome Mad Race, adotando o Corrida Maluca como nome oficial da competição. “Sem essa de americanizar as coisas”, confessou.
O prefeito Samuca Silva, que não pôde estar presente, através de sua assessoria, disse que a Corrida Maluca já se tornou tradição em Volta Redonda. “A corrida é um sucesso e a cada edição cresce o número de participantes e de público. É uma oportunidade de recuperar essa tradição dos carrinhos de rolimã e reunir a família para um dia de diversão e entretenimento”, afirmou o prefeito, sem saber que dentro de mais alguns dias ou semanas deverá receber um abaixo- assinado dos moradores do Laranjal para que a corrida seja promovida em outro local. “No Morro do Rosário, onde a corrida nasceu na década de 70/80” sugeriu um deles ao ser informado do posicionamento de alguns moradores do bairro.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.