Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Terça-Feira, 13 de Novembro de 2018
0
Publicado em 29/10/18, às 11:17

A quimioterapia e a perda dos cabelos

A herança genética e o estilo de vida adotado pelas pessoas são fatores fundamentais para o desenvolvimento de algumas doenças, dentre elas a mais temida: o câncer. Importante: ele pode atingir qualquer parte do corpo que contenha células vivas, e o tratamento vai variar de acordo com cada caso. 

A quimioterapia é o tratamento mais conhecido; em compensação, provoca arrepios em quem vai passar por ela, além de gerar muitas dúvidas e ansiedade, principalmente quando se refere aos cabelos.

É importante esclarecer, por exemplo, que nem todas as quimioterapias provocam a queda dos cabelos. Ela é um efeito colateral presente em alguns casos e a intensidade da perda vai variar de acordo com o medicamento e com a dosagem utilizada no tratamento.

 

A perda dos cabelos não é imediata. Geralmente ocorre de 15 a 20 dias após a primeira sessão dequimio, podendo ser parcial ou total. Isso acontece porque os quimioterápicos não conseguem distinguir as células “boas” das “más” e atacam tanto as células cancerígenas quanto as saudáveis, favorecendo a queda dos fios.

 

Quando a queda é, exclusivamente, causada pelo medicamento, os cabelos voltam a crescer em até 90 dias após o fim do tratamento, porém podem apresentar mudanças de textura e cor. O problema é reversível e, com o passar do tempo, o cabelo recupera sua textura natural! Ufa!

Dr. André Bahia é médico com pós-graduação em Dermatologia e Tricologia Médica, CRM 52.87713-1 Atende no Hospital das Clínicas (24) 2102-0088 / Centro de Saúde Renascer (24) 3343-2150 / Rio Medical Center (24) 2108-0030. Instagram @drandrebahia

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.