Jornal Aqui - Volta Redonda - Barra Mansa

Terça-Feira, 26 de Março de 2019
0
Publicado em 11/03/19, às 11:08

 

Fotógrafo – O corpo de Antônio Calino, um dos grandes nomes da fotografia em Volta Redonda, foi enterrado na tarde de segunda, 11, no Portal da Saudade. Calino, como era simplesmente conhecido, era um mestre na arte de fotografar casamentos e, certamente, os casais das gerações de 1960 em diante foram fotografados pelas suas lentes. Na área da fotografia empresarial, Calino também fez grandes trabalhos para a CSN e outras empresas da região.
Calino morreu vítima de pneumonia, que teria sido contraída depois de uma forte gripe. Ele passou cerca de 50 dias internado na UTI de um hospital de Volta Redonda, até falecer na madrugada de segunda de Carnaval.

 

Ó duvida – Motoristas que saem da região do Jardim Amália com destino ao Jardim Normândia não sabem se podem ou não virar à esquerda no final da Rua Coronel Camilo de Assis para pegar a Rua Senador Alfredo Ellis. A placa diz que não, mas a pintura no asfalto diz que sim. Em qual acreditar?

 

 

Sem coleta – Moradores dos bairros Jardim Normândia e Village Santa Helena estão sem ver o caminhão da coleta seletiva de lixo já há umas quatro semanas. Alguns até acreditam que eles vão passar e deixam o lixo do final de semana em frente de suas casas. Tudo em vão…

 

 

Se beber – Na madrugada de domingo (3) para segunda (4), o motorista do carro não identificado conseguiu a proeza de cair em um super buraco que está sendo aberto na Rodovia dos Metalúrgicos. Antes que saiam atirando pedras contra a prefeitura de Volta Redonda, o local estava e está bem sinalizado. Só uma ‘imprudência’ mesmo pode provocar um acidente do tipo. Felizmente não se tem notícia de algo grave com o ou os ocupantes do veículo.

 

 

Tucanos – Agora que é tucano, o prefeito Samuca Silva poderia fazer um favor à raça: pedir ao empresário Mauro Pereira, o seu Mauro, que não corte as últimas árvores existentes na área que está terraplenando na Rodovia dos Metalúrgicos. Elas são usadas por uma família de tucanos, que vivem na região.
Samuca Silva poderia, também, dar uma dura no ‘seu Mauro’ e nos responsáveis pelo Park Sul, que acabaram com a pista de caminhada ao longo da rodovia. Hoje, por culpa deles, quem faz caminhada ou corre pelo trecho está tendo que utilizar a própria Rodovia dos Metalúrgicos, correndo riscos, é claro, como mostra a foto.

 

Caminhada – Por falar em caminhada, quem estava todo serelepe pela Avenida Lucas Evangelista na manhã de segunda, 4, por volta das 8 horas, era o vereador pastor Washington. Vestido a caráter, fazia uma corridinha de leve para manter “mente sã e corpo são” em plena segunda de Carnaval.

 

 

O presidente interino da Vale, Eduardo de Salles Bartolomeo (foto), é de Volta Redonda. Ele é filho do engenheiro Jair Bartolo-meo, que foi diretor da CSN, e se formou em Engenharia Metalúrgica pela Universidade Federal Fluminense. Eduardo foi nomeado no sábado, 2, para o lugar de Fábio Schvartsman, afastado de suas funções após recomendações de uma força-tarefa formada por autoridades que investigam a tragédia de Brumadinho. Há quem garanta que de interino Bartolomeo se tornará presidente de fato e de direito.

 

MAN (I) – Roberto Cortes, presidente da MAN, se encontrou com o gover-nador Wilson Witzel e reafirmou os planos de crescimento da fábrica em Resende. Segundo Cortes, a Volks segue investindo no Brasil e está pronta para atender as demandas criadas pela recente saída de concorrentes dos mercados sul-americanos. Os inves-timentos da marca no Brasil são da ordem de R$ 1,5 bilhão.

 

MAN (II) – O encontro de Cortes e Witzel foi em Berlim, na quinta, 7, promovido pela Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha. Cortes disse ao governador que a capa-cidade instalada da fábrica da MAN de Resende é de 100 mil unidades/ano, traba-lhando em três turno, e que atualmente a unidade está operando em dois turnos, sendo um deles parcial. A ideia é, com o aumento da demanda, atingir a capa-cidade instalada da empresa.

 

Equipamento (I) – A CSN testou, nas últimas semanas, dois pulverizadores de água que funcionam como su-pressores de poeira e im-pedem que a mesma ganhe altura e atinja as áreas ex-ternas da UPV. A instalação dos dois equipamentos faz parte do TAC que a em-presa assinou com o Estado para a renovação das licenças ambientais da usina e a substituição dos precipitadores eletrostáticos das sinterizações.
Equipamento (II) – Segundo a CSN, os dois equipamentos deverão con-sumir a maior parte dos mais de R$ 300 milhões previstos no acordo ambiental. “Essa ação não é uma solução definitiva, mas representa mais um esforço no sentido de contribuir com o Meio Ambiente”, disse o gerente geral de Meio Ambiente da CSN, Claudio Graffundes.

 

Equipamentos (III) – Os pulverizadores de água, também conhecidos como nebulizadores de água, atuam no despoeiramento. Eles são bombas de alta pressão, que possuem bicos pulverizadores que geram uma névoa capaz de preci-pitar as partículas de poeira e evitar que elas dispersem.

 

Fato relevante – A CSN atualizou, por meio de fato relevante, a projeção do Ebitda ajustado para 2019. A empresa espera atingir R$ 7,5 bilhões no fechamento do balanço anual. Pra se ter uma ideia, o Ebitda de 2018 foi de R$ 5,8 bilhões, indicando um aumento de 26% contra 2017. Depois do anúncio, as ações da CSN dispararam 11,69% na bolsa, chegando a R$ 15 o papel. O preço alvo anterior era de R$ 11.

Inteligência – A CSN Mineração foi escolhida para o Prêmio de Excelência da Indústria Minero Meta-lúrgica com o projeto Uti-lização Artificial para au-mento da produtividade de carregamento. O projeto foi desenvolvido na empresa por sete funcionários (enge-nheiros e técnicos) e possi-bilitou o aumento da produ-tividade de carregamento em 4,71%, gerando redução de custos da ordem de R$ 10 milhões por ano.

 

Minério – A CSN contratou o CitiBank para coordenar a venda ante-cipada de minério de ferro. A medida faz parte das iniciativas da empresa para reduzir seu endividamento.

 

Audiência Pública – Na quarta, 13, às 19 horas, a Câmara de Volta Redonda promove audiência pública sobre a escória da CSN.

 

Defesa pessoal – A prefeitura de Volta Re-donda está oferecendo um curso de defesa pessoal – o “Eu me amo, eu me protejo”, que é realizado às terças e quintas, às 7 e às 19 horas, no Centro Municipal de Artes Marciais (Cemam), no ginásio do Retiro, e tem o objetivo de ensinar às mulheres algumas técnicas de luta adaptadas para defesa pessoal em situações de assédio, abuso e agressão. A secretária de Políticas para Mulheres, Idosos e Diretos Humanos, Dayse Penna, destaca a im-portância das aulas no com-bate à violência. “São técnicas adaptadas para defesa pessoal, nas quais a mulher pode se defender de uma agressão dentro ou fora de casa. Nosso ob-jetivo é estimular a mulher principalmente no en-frentamento à violência”, disse. Ah, as vagas são limi-tadas. Informações pelo telefone: 33392286

 

Carnaval – Se engana quem pensa que Volta Redonda não fez bonito no Sambódromo do Rio de Janeiro. Fez sim, em escola campeã, por sinal. É que três compositores do samba enredo “História para ninar gente grande”, da Man-gueira, são da cidade do aço.

 

Meio ambiente – Na terça, 12, a prefeitura de Volta Redonda promove uma audiência pública para debater a criação de uma nova reserva natural muni-cipal, batizada de “O Refúgio da Vida Silvestre Vale do Puris”. Na note enviada aos jornais, Samuca Silva diz que a Unidade de Conservação (UC) da Natureza será uma das 10 maiores UCs municipais de Proteção Integral da Mata Atlântica, considerando a de outros 3.400 municípios do Brasil.

 

Climão – O clima não é bom entre os vereadores voltarredondenses. O moti-vo: informações vazadas – inclusive com fake news – contra os próprios vereadores e internautas ‘aliados’ de alguns parlamen-tares. A caça às bruxas já começou e até dedo na cara já teve. Lá vem bomba!

 

Exclusivo (I) – Volta Redonda deverá ganhar, em breve, uma secretaria extraordinária de Ordem Pública. O projeto para a criação da pasta foi enviado pelo prefeito Samuca Silva à Câmara e deverá ser votado nos próximos dias. O objetivo da pasta é coordenar as medidas, no âmbito municipal, de segurança pública. Além de, é claro, ser a pasta interlo-cutora com as polícias Civil, Militar, Rodoviária Federal, entre outros.

 

Exclusivo (II) – Samuca deixará a cargo da nova secretaria de Segurança Pública a gestão e a operação das câmeras de segurança e ainda da Cerca Inteligente, que utiliza as câmeras para identificar carros roubados.

 

Da série perguntar... – Será que Samuca será louco de entregar a pasta ao ainda comandante da Guarda Municipal de Volta Redon-da? Todos esperam que não!

Sessão – Pela segunda vez consecutiva não houve sessão legislativa em Volta Redonda. Na quinta, 7, dia de sessão pós-carnaval, apenas dez vereadores estiveram na Casa de Leis. É uma pena!

 

Convocação – A secretaria de Educação (SME) está convocando 36 aprovados e classificados no Processo Seletivo 003/2017 da SMA, de 2017. Além disso, está convocando também 13 professores aprovados e classificados para ocupar o cargo de Docente II e três professores do cargo de Docente I.

 

Novo (I) – De agora em diante, todas as pessoas condenadas pela Lei Maria da Penha, que criminaliza a violência contra as mulheres, não poderão mais assumir cargos comissionados nos órgãos da administração pública estadual. O PL, aprovado pelo governador Wilson Witzel, é de autoria da deputada Enfermeira Rejane (PCdoB) e do ex-parlamentar Dr. Julianelli (de Resende).

 

O prrefeito Samuca Silva reuniu ontem, sexta, 8, um grupo seleto de secretários para percorrer toda a cidade para descobrir o que precisa ser feito em melhorias. Ele estava acompanhado pelos secretários de Infraes-trutura, Toninho Oreste; Transporte e Mobilidade Urbana, Maurício Batista; Furban, Ronie Oliveira; e o presidente do IPPU, Márcio Lins.

Samuca & Cia poderiam começar, por exemplo, mandando calçar esse pequeno trecho paralelo à Rua São José de Calazans, ao lado da estação da Light, no Centro. Em dias de chuva, é quase impossível descer a rua sem escorregar.

 

BM (I) – Na terça, 5, o prefeito Rodrigo Drable fez questão de prestigiar a festa de Carnaval no Calçadão Dama do Samba Paula de Jesus Francisco, no Centro. Animado, ele prometeu que no ano que vem vai fazer um evento quatro vezes maior e melhor. “Estamos remodelando o Carnaval do município, promovendo eventos onde as pessoas têm a oportunidade de interagir e participar da maior festa popular do Brasil num ambiente familiar, descontraído e com segurança”, destacou.

 

BM (II) – Já o presidente da Fundação Cultura, Marcelo Bravo, disse que a estrutura montada pela organização da festa foi adequada ao número de pessoas que compareceram ao Calçadão Dama do Samba e aos desfiles dos blocos espalhados pelos bairros Cotiara, Siderlândia, Vila Nova e Centro. “Durante os quatro dias de Carnaval, aproxi-madamente 30 mil pessoas participaram da festa”, disse, sem falsa modéstia.

 

Violência – A Festa de Momo em Barra Mansa foi marcada pelo reduzido números de ocorrências médicas e policiais. Segundo a prefeitura, em 2017, em um único bloco foram registradas mais de 200 ocorrências de menores alcoolizados. “Este ano, durante os quatro dias de festa não houve um registro durante os desfiles dos blocos”, destacou nota da prefeitura enviada aos jornais. “No Calçadão foram registradas três ocorrência médicas envolvendo menores; 20, de pessoas com idade entre 20 e 35 anos e uma em que o folião tinha 50 anos”, detalharam os assessores de Rodrigo Drable.

Os textos e as fotografias veiculadas nas páginas do aQui se encontram protegidos por direitos autorais, sendo vedada sua reprodução total ou parcial para finalidades comerciais, publicitárias ou qualquer outra, sem prévia e expressa autorização de Jornal Aqui Regional. Em hipótese alguma o usuário adquirirá quaisquer direitos sobre os mesmos. E no caso de utilização indevida, o usuário assumirá todas as responsabilidades de caráter civil e/ou criminal.